VILA NOVA | Encerramento do primeiro período de oração 

​A Assembleia de Deus congregação em Vila Nova, que está na direção do presbítero Flavio Silva e sua esposa irmã Fabricia Leandro, realizou na manhã do último sábado (02), o encerramento do primeiro período de oração. A oração matutina deu-se início no dia 06 de Novembro das 5 às 6h da manhã, de segunda à sábado, e teve uma duração de 24 dias.

O presbítero Geraldo Alves, entoou um corinho para levantar a igreja do momento de oração, em seguida entoou os hinos da Harpa Cristã. A leitura oficial foi realizada pelo dirigentes local, no livro de Tiago, capítulo 5 e os versículos 17 e 18. Em seguida os jovens e as damas louvaram ao Senhor. Logo após o presbítero Geraldo deixou uma palavra para a meditação da igreja, onde leu no livro de Daniel, capítulo 12 e o versículo 12. “É necessário nós estarmos no centro da vontade de Senhor, estar na condição de servo e adorador. Muitos fazem tempestade em copo d’agua e reclamam quando vem a tempestade e por pequenas coisas já querem desistir da caminhada.” Afirmou o presbítero. Em seguida o dirigente local deixou algo da parte de Deus para a igreja, os jovens louvaram mais uma vez, logo após foi dada oportunidades para todos os irmãos que estavam presentes para agradecer a Deus as bênçãos recebidas através do primeiro período de oração. Por fim, o dirigente despediu a igreja com a benção apostólica.

Ao final da oração foi feita uma entrevista com o dirigente local, presbítero Flavio Silva, onde ele falou sobre o período de oração que foi formado e sobre os seus objetivos: “O período de oração foi formado em primeiro lugar visando a necessidade da igreja, pois uma igreja que não tem oração não tem benção e não vai conseguir ver a manifestação do poder de Deus. Em segundo lugar, Deus colocou no meu coração para ver os irmãos sendo abençoados, pra Deus abrir portas de empregos, curar os enfermos, derramar bênçãos sobre a igreja e salvar vidas. A oração teve três etapas, a primeira etapa eescalou as irmãs para estarem à frente da oração, na segunda etapa escalou as famílias, e na terceira e última etapa escalou as famílias e os departamentos locais. Na oração poucas pessoas tem a disponibilidade de estarem, então foi criado esse mecanismo para tentar trazer as pessoas à responsabilidade colocando eles a frente da oração e assim conseguiria alcançar essa pessoa pelo fato dela estar à frente com a responsabilidade, e fazer com que todos viessem a participar. Todos nós somos sabedores que quando se trata de oração nem todos estarão presentes, fiquei alegre pela quantidade de pessoas que vieram, sempre tinha uma quantidade boa no decorrer da oração e no encerramento eu achei que ni mínimo iria formar todos os departamentos completos, e não conseguimos. Mas, de qualquer maneira a gente já espera isso por se tratar de um trabalho de oração, fiquei muito alegre com a quantidade que tinha hoje, pois de qualquer maneira estavam presentes e vão somar em suas orações para que Deus venha abençoar a igreja. Durante a minha gestão como dirigente local de Vila Nova não pretendo parar a oração, porque a igreja precisa orar e esses propósitos são apenas mecanismos para levar a igreja a oração, mas, a oração tem que haver na igreja, pretendo intensificar a oração e tentar alcançar 100% da igreja, através dessas orações Deus irá abençoar a igreja de uma forma extraordinária.”

The following two tabs change content below.

Mayara Valesca

Correspondente em Vila Nova desde 2016.