ANTÔNIO LINS l Uma alma para Jesus em culto de jovens

O culto deu início às 19h com uma oração e logo depois foram louvados dois hinos da harpa cristã. Após isso, foram dadas as oportunidades para os departamentos louvarem. O moderador passou a direção do trabalho para o pastor interino, Anderson Góes, que por sua vez leu em Salmos, capítulo 103, versículos 1 ao 3. Foi feita uma oração pela palavra e logo depois foi dado os avisos.

O pastor local, Edinaldo, que estava afastado por um período de 30 dias retornou muito bem de saúde. Então foi feita uma oração pelo preletor da noite, Cp. Natanael, que por sua vez leu em Salmos, capítulo 42, versículos 1 ao 5, e deu por Tema da sua pregação: Não mudo a minha fonte.

Começou falando que Deus ouve as nossas lágrimas, e que nós somos como uma corça. ” Lá no mundo existe um caçador tentando tramar contra as nossas vidas, mas ele não vai conseguir pois quem nos colocou de pé foi Deus. Falar de Jesus é fácil, difícil é viver, o salmista diz no capítulo 46, que o senhor é o nosso refúgio e fortaleza, devemos fechar os olhos e abrir o coração para que Deus possa agir em nossas vidas, pare de orar e comece a clamar pois os céus irá se abrir com o seu clamor, aonde você está Jesus vai fazer gerar uma fonte”

“Espera em Deus é o que muita das vezes não fazemos, a gente espera tanto que muita das vezes ficamos desesperados, mas a promessa ainda está de pé, e o que há de vir virá e não tardará. Seca erva, murcha a flor mas as promessas de Deus irão se cumprir na sua vida.” exclamou.

Por fim pediu para que a igreja ficasse em pé, e com a permissão do pastor, fez o convite para os não evangélicos, e para honra e glória do senhor uma alma aceitou a Jesus como seu único e suficiente salvador

Colaboradora: Julia Nunes

The following two tabs change content below.